Como saber se sou (in)suficiente?

Já deixou de fazer algo por medo de falhar? Pois é, então “tamo junto” nessa batalha, toca aqui! 🙌

Como produtora de conteúdo eu tenho desenvolvido um hábito (até que bem divertido e legal) de estudar os conteúdos que consumo.

Ou seja, pensar como ele foi feito, porque e qual efeito causa na galera.

Foi aí que eu descobri que existem inúuuuuumero conteúdos bons, super simples e que conectam pessoas (a parte mais importante para mim).

Depois de perceber isso, refleti sobre quantas vezes deixei de postar algo porque achei simples demais ou porque não eram suficientemente bons para serem publicados.

E aí está o problema, a (in)suficiência!

Mas… O que define se algo é ou não (in)suficiente?

Refletindo e conversando com Aquele que é mais que suficiente em todas as coisas aprendi que algo é suficiente quando É.

Okay, ainda tá muito confuso, mas explicando melhor: quando eu deixo de fazer algo esse algo não se torna realidade, ele fica preso no que poderia ser e acaba não sendo, já aquilo que é (existe) mesmo que imperfeitamente, ele existe e de fato é.

“É o famoso feito é melhor que perfeito”

Quando penso sobre essas coisas me lembro muito do @tira.do.papel que fala que toda criação seria melhor no dia seguinte, mas se a gente sempre deixar pro dia seguinte esta criação nunca será criada.

Por isso este ano eu quero produzir conteúdo com mais coragem! Quero produzir imperfeitamente para imperfeitamente me conectar com vocês e isso é mais do que suficiente ❤️

(1 João 4:18-19)

Em amor, Dory

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: